fbpx
Rua José Farias, 98, sala 806 - Santa Luíza, Vitória - ES.

Ex-secretário de Medellín fala sobre transformação da cidade que foi dominada pelo tráfico de drogas e pela violência

A convite do Sicoob, o jornalista Jorge Melguizo vai revelar como cidade colombiana reduziu índices de homicídio por meio de projetos culturais

A transformação da sociedade por meio da mudança do comportamento será o tema do encontro realizado com os associados ao Sicoob Sul-Serrano, em Vitória, nesta terça-feira (29). O convidado que vai falar sobre o assunto é o jornalista Jorge Melguizo, colombiano que teve papel de destaque na reorganização da cidade de Medellín, antes conhecida pela violência e pelo tráfico de drogas e que, a partir do desenvolvimento social, hoje é considerado um dos destinos mais agradáveis da América Latina.

Nos anos 1990, o índice de homicídios em Medellín chegou a 360 casos por cem mil habitantes. Em 2006, baixou para 39. Parte do crédito pelas mudanças na cidade a partir de projetos culturais é atribuída a Melguizo, ex-secretário de Cultura e de Desenvolvimento Social do município.

Parques-bibliotecas, grandes edifícios de arquitetura moderna construídos em espaços públicos com áreas de convivência, livros e tecnologia, foram o centro da transformação. Hoje, esses complexos chegam a receber cerca de cem mil pessoas por semana.

Referência

O jornalista atuou também em projetos de desenvolvimento em países como Argentina e Uruguai. Ele é referência em nível mundial em políticas públicas, cultura e convivência. Melguizo defende os projetos sociais como motores para a efetivação de grandes mudanças, enfatizando a importância de parceria entre as pessoas e instituições para a melhoria da qualidade de vida da população, desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente.

Segundo Cleto Venturim, presidente do Sicoob Sul-Serrano, o objetivo do evento é despertar nos associados o interesse pelo engajamento nas ações que possam transformar a realidade em que vivem: “Esta proposta condiz diretamente com os princípios do cooperativismo, que tem como foco o desenvolvimento de pessoas e das comunidades onde estão inseridas”, destaca.

Venturim também afirma que o debate vai ajudar na percepção de possibilidades de mudança em meio a contextos adversos: “Os relatos do palestrante vão contribuir para que os participantes identifiquem oportunidades de evolução, no campo social”. O encontro será realizado no Itamaraty Hall, para associados e convidados.

Sobre o Sicoob
O Sicoob é o maior sistema cooperativo de crédito do País. Aberto a empresas e a pessoas físicas, trabalha com produtos e serviços tipicamente bancários, com custos menores do que os do mercado. Os associados, que são donos do negócio, participam dos resultados e dispõem de tecnologia que facilita a movimentação. Além disso, têm a mesma segurança que os clientes de bancos comerciais, pois a instituição garante cobertura de R$ 250 mil por cliente.

Com operação no Espírito Santo e no Rio de Janeiro, o Sicoob ES tem 221 mil associados. São oito as cooperativas filiadas: Norte, Leste Capixaba, Centro-Serrano, Sul-Serrano, Sul, Sul-Litorâneo, Sicoob Credirochas e Sicoob Credestiva. O sistema atua em todo o Brasil, com 2,5 mil unidades, e atende 3,7 milhões de associados.