Rua José Farias, 98, sala 806 - Santa Luíza, Vitória - ES.

Conhecimento técnico ajuda produtores a melhorarem desempenho das lavouras de café

Ferramentas que capturam informações sobre o solo e as plantas direcionam a irrigação

Um cafezal bonito e saudável depende, entre outros fatores, de uma irrigação eficiente. Para isso, ferramentas que fornecem informações sobre a umidade do solo e a condição nutricional da planta tornam-se cada vez mais cruciais na decisão do produtor sobre o momento de irrigar e o volume de água a ser empregado.

De acordo com o engenheiro agrônomo Eduardo de Aragão Santana, da Hydra Irrigações, quando em excesso, a água liberada na terra pode conduzir os nutrientes para profundidades onde há pouca presença das raízes do cafeeiro. “A planta deixa de ser beneficiada, perdendo nutrientes”, explica.

Riscos

Por outro lado, se ocorrer a aplicação abaixo do necessário, pode haver prejuízo desde a iniciação floral até a expansão dos frutos do café. “Esses são períodos críticos do desenvolvimento da planta, em que ela não deveria correr riscos como o de concentração de sais nas raízes por falta de água”, alertou Santana.

O engenheiro agrônomo frisa que fazer trincheiras ou, simplesmente, observar se as folhas da planta estão murchas são métodos populares usados para identificar o estado hídrico da planta. No entanto, propiciam erros de manejo e, por consequência, perda de produtividade.

“São meios comumente usados por agricultores com essa finalidade, porém, carentes de informações precisas. Esse conhecimento tradicional pode levá-los a demorar para irrigar o cafezal após um período de chuva, por exemplo, imaginando que a terra ainda está própria para a planta”, diz Santana.

Precisão

Em contrapartida, a experiência de cultivo pode ser otimizada com a aplicação de técnicas mais precisas. O engenheiro da Hydra cita como exemplos a tensiometria (que fornece informações sobre a umidade do solo) e a irrigação por gotejamento, um processo sustentável que pouca água, energia e insumos, e ainda gera aumento da produtividade.

Na fazenda Quitanda, localizada em Guaratinga, região Sul da Bahia, a aplicação desse conhecimento técnico gerou a economia de 128% de água, o suficiente para irrigar mais do que o dobro da área onde essas técnicas foram aplicadas, além de aumentar em três vezes a safra.

Dia de Campo

A melhora do desempenho dos cafezais pela assertividade na irrigação será abordada por Eduardo de Aragão Santana em dois dias de campo, nesta quinta-feira (7) e no próximo dia 12. O primeiro evento terá como cenário a fazenda Chapadão das Palminhas, em Linhares, e o segundo, o sítio do Sr. Antônio Carlos Soares, em Córrego Vargem Alegre, em Vila Valério.

Os dias de campo são promovidos por organizações e empresas do setor do agronegócio, como a Hydra Irrigações, o Incaper, a Nescafé, a Heringer Fertilizantes e a Syngenta Brasil, e produtores rurais, com apoio das Prefeituras Municipais e do Governo do Estado.

Sobre a Hydra Irrigações

A Hydra Irrigações é uma das empresas brasileiras detentoras da tecnologia mais avançada no segmento. Pioneira na aplicação de conhecimento e de técnicas para priorizar o uso racional da água no País, utiliza a experiência de quase três décadas de atuação e pesquisa para associar em seus projetos critérios agronômicos rigorosos a equipamentos de ponta. O objetivo é promover alta performance de todos os recursos, considerando as necessidades e especificidades de cada cliente, o que contribui para que ele também se torne referência em sua área de atuação.

A marca Netafim está presente no Espírito Santo e no Sul da Bahia por meio da Hydra, que foi a primeira parceira da empresa israelense no Brasil, fazendo ainda o armazenamento e a distribuição de seus produtos para todo o território nacional, até a sua instalação no País, no ano 2000. Neste momento, a Hydra está expandindo sua área de atuação e já presta serviços em outros Estados, como Tocantins, Mato Grosso, Rondônia e Pará, em empreendimentos onde se faz necessário maior nível de expertise e tecnologia.

Related Posts

Deixe um comentário