Rua José Farias, 98, sala 806 - Santa Luíza, Vitória - ES.

Técnica promove economia e melhora qualidade no cultivo de pimenta

Ferramenta permite o monitoramento da umidade do solo

Produzir pimenta de boa qualidade requer a adoção de alguns cuidados, que vão desde o plantio das mudas até a comercialização do grão. A fase de cultivo da especiaria demanda ainda mais atenção.

“A irrigação interfere diretamente na produção agrícola”. A afirmação é do Engenheiro Agrônomo Eduardo de Aragão Santana, que atua na empresa Hydra Irrigações. Para que esse processo seja efetivo, ele recomenda a tensiometria, técnica que permite monitorar a umidade do solo e realizar as irrigações no momento e na quantidade certos.

“Por meio do uso de tensiômetros, é possível fazer o manejo correto da irrigação. Quando o equipamento é instalado, as informações dos teores de água no solo são registradas. Isso possibilita, com precisão, o controle da umidade que chega à cultura”, explica.

Além da economia de água, outro benefício possibilitado pelo método é a saúde das plantas. “Excessos ou falta de água comprometem a sanidade das raízes. Na pimenta, a principal doença entra na planta através de raízes mortas ou debilitadas, o que ressalta a importância do uso de uma técnica apurada de irrigação, evitando desperdício e o risco sanitário”, afirma Eduardo.

Dia de Campo

Eduardo de Aragão Santana fará uma palestra sobre manejo de irrigação em um dia de campo realizado pelo Sebrae, em parceria com a Cooperativa dos Produtores Agropecuários da Bacia do Cricaré (Coopbac) e a Associação Capixaba dos Exportadores de Pimentas e Especiarias (Acepe).

O evento será realizado nesta sexta-feira (30), na Fazenda Córrego da Úrsula, Rodovia São Mateus a Nova Venécia, às 8 horas.

Related Posts

Deixe um comentário