Rua José Farias, 98, sala 806 - Santa Luíza, Vitória - ES.

Dicas para reduzir os custos na produção de café

Especialista no assunto, engenheiro agrônomo participa de evento onde explica passo a passo para gastar menos e lucrar mais

Os custos na colheita de café representam entre 30% e 40% dos gastos de produção. Por isso, de acordo com o engenheiro agrônomo e diretor da Hydra Irrigações, Elídio Torezani, é fundamental realizar um planejamento estratégico para aumentar os lucros, reduzir as despesas e otimizar a qualidade do grão. 

A escolha das tecnologias mais apropriadas à lavoura de café pode compensar os investimentos realizados, gerando uma economia de água superior a 30%, além de redução do consumo de energia elétrica, fertilizantes e de mão de obra, segundo o engenheiro agrônomo.

Para isso, o produtor deve considerar as características do solo, como textura e nutrientes, as condições climáticas da região e a profundidade das raízes da planta naquele ambiente.

“A partir dessas informações, é possível desenvolver um projeto de irrigação sob medida, utilizando tecnologias modernas e equipamentos adequados, capazes de elevar a produtividade do cafezal e ainda baixar custos”, afirma.

Evento

No próximo dia 25, o engenheiro agrônomo vai compartilhar dicas exclusivas para reduzir os custos na produção do grão, no 12º Simpósio Estadual do Café, no Auditório do Centro de Comércio de Café de Vitória, na Enseada do Suá, em Vitória.

Além disso, Torezani também vai orientar o público presente sobre o manejo agronômico da irrigação, tirando todas as suas dúvidas sobre as altas tecnologias do segmento.

 

Deixe um comentário