Rua José Farias, 98, sala 806 - Santa Luíza, Vitória - ES.

Palestra aborda a independência na terceira idade: conquista ou abandono?

Evento será realizado na próxima quarta-feira (04), às 10h, no Hospital Metropolitano, na Serra

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD), do IBGE, o número de pessoas com mais de 60 anos que moram sozinhas triplicou, passando de 1,1 milhão para 3,7 milhões – um aumento de 215% –, entre 1992 e 2012. Seja por opção ou por abandono dos familiares, o idoso que vive só precisa de acompanhamento médico e de cuidados específicos.

Para debater este tema e esclarecer as dúvidas sobre a independência durante a velhice, o Hospital Metropolitano promove a palestra “Pessoa idosa que vive só: conquista ou abandono?”, na próxima quarta-feira (04), às 10 horas. O evento é aberto ao público e será realizado no auditório do Espaço Metropolitano de Eventos, na torre anexa à instituição de saúde.

Podem participar pessoas com mais de 60 anos, familiares de idosos e todos aqueles que queiram adquirir mais conhecimento a respeito desse período da vida, como profissionais de saúde e gestores de serviços voltados para esse grupo. São disponibilizadas 90 vagas, e as inscrições devem ser feitas pelo telefone (27) 2104-7089 ou pelo e-mail lmenezes@metropolitano.org.br.

Cuidados

Segundo a coordenadora da Unidade Geriátrica do Hospital Metropolitano, Lívia Terezinha Devens, mesmo que o idoso opte por viver sozinho e se sinta capaz disso, ele não pode deixar de realizar exames frequentemente para verificar se a saúde está em dia.

“Quanto mais envelhecemos, maior se torna o risco de nos tornarmos frágeis, seja pelo próprio envelhecimento – que altera progressivamente a função dos órgãos, tornando-os menos resistentes –, ou pelas doenças. Por isso, é necessário passar por avaliações clínicas regularmente”, diz Lívia Terezinha Devens.

A geriatra também afirma que o idoso não deve descartar a ajuda dos familiares ou de um auxiliar. “Se uma senhora de 74 anos mora sozinha e tem hipertensão, doença renal leve e deficiência visual, ela pode estar bem fisicamente e morar só, mas precisará de ajuda para fazer as compras, limpar a casa e preparar os alimentos”, exemplifica Lívia.

Seminário

Dirigido pela equipe multidisciplinar da Unidade Geriátrica do Metropolitano, o evento faz parte do V Seminário sobre Envelhecimento, realizado pelo Hospital, e que abordará outros temas ao longo do ano. Entre os próximos assuntos estão novas uniões conjugais na velhice, violência contra o idoso, depressão e Doença de Alzheimer.

Serviço

Palestra “Pessoa idosa que vive só: conquista ou abandono?”- Hospital Metropolitano
Data: 04 de abril (quarta-feira)
Horário: 10 horas
Local: Espaço Metropolitano de Eventos (Torre anexa ao Hospital Metropolitano, localizado na Serra)
Endereço: Av. Eudes Scherrer de Souza, 558, Laranjeiras – Serra – ES | Ed. Metropolitano Tower – 1º andar
Inscrições: (27) 2104-7089 ou pelo e-mail lmenezes@metropolitano.org.br