Rua José Farias, 98, sala 806 - Santa Luíza, Vitória - ES.

Quarentena no Estado não vai mudar tratamento do câncer

Médico especialista em radioterapia alerta para que as pessoas em tratamento não deixem de comparecer às sessões

O anúncio da quarentena de 14 dias no Espírito Santo, feito esta semana pelo governador Renato Casagrande, não vai mudar o tratamento do câncer. De acordo com o médico Carlos Rebello, diretor clínico do Instituto de Radioterapia Vitória (IRV), pacientes não devem interromper suas sessões por causa das novas restrições.

“O IRV não pode nem deve parar suas atividades, pois o combate ao câncer é um serviço essencial. Vamos manter o tratamento dos pacientes tomando máxima precaução e cuidados, como uso da máscara, higienização das mãos e equipamentos, e distanciamento”, explicou Carlos Rebello, especialista em radioterapia.

No IRV foi criado um fluxograma de entrada em que pacientes e acompanhantes são abordados com medidas de temperatura e questionamentos específicos referentes a contatos com pessoas e sinais e sintomas de febre. 

“Cuidados de higiene também são lembrados aos pacientes por nossa equipe, como uso de máscara, álcool gel ao chegar e ao sair do consultório, bem como evitar a permanência por longo período na clínica, manter distanciamento de dois metros e higiene pessoal ao chegar em casa”, destacou o médico.

Esse cuidado tem razão de ser. Pacientes oncológicos são suscetíveis a quadros mais graves da infecção por Covid-19 e suas complicações. Por isso fazem parte do grupo de risco do novo coronavírus.

Menos sessões

De acordo com Carlos Rebello, protocolos que permitem a redução no número de sessões de radioterapia (hipofracionamento) já estão sendo adotados na clínica desde o início da pandemia, há um ano.

“O objetivo dessa medida é justamente reduzir o número de idas dos pacientes até o serviço médico, para que ele possa se preservar”, pontuou o diretor clínico.

No ano passado, durante a fase mais restrita da pandemia, muitos pacientes abandonaram o tratamento ou adiaram por conta própria, retornando em situações mais complicadas meses depois. Carlos Rebello voltou a alertar para que as pessoas não deixem de comparecer às sessões neste período de quarentena, que vai até 31 de março.

“Temos que ter ciência que o câncer não vai aguardar a quarentena passar para progredir. Não podemos mudar a rotina. Mantivemos desde o início da pandemia cuidados e orientações direcionados à Covid-19, sempre alertando sobre essa delicada situação”, destacou.

Sobre o IRV

Fundado em 2005, o Instituto de Radioterapia Vitória (IRV) é a única clínica privada do Espírito Santo para o tratamento de câncer por meio deste serviço. Funciona nas dependências do Vitória Apart Hospital, na Serra, com tecnologia de ponta e equipe altamente qualificada que tem como filosofia de trabalho o acolhimento dos pacientes.

O IRV tem convênio com os maiores planos de saúde do Espírito Santo, como Unimed, Samp, São Bernardo, Bradesco Saúde, MedSênior, Pasa/Vale, ArcelorMittal, Petrobras, Cassi (BB), Saúde Caixa, Banescaixa, Amil, entre outros